Relacionamentos do século XXI

Já percebeu que nossa vida amorosa é muito parecida com um supermercado? Não é difícil de ver em apps de relacionamentos descrições totalmente superficiais, tais como embalagens de miojo, “afim agora”, “discreto”, “não curto afeminados”, frases tão banais quanto ” faz em 3 minutos”, “pronto para consumo”, é estranho, não achamos pessoas que conseguem manter uma conversa por mais de 5 minutos, sempre ficam no Oi tudo bem? Bom dia e boa noite, parecendo o porteiro do meu prédio. Estamos em uma era totalmente capitalista, o consumo, passou dos alimentos, para o próprio ser humano. Ninguém mais sabe o valor da conquista, tudo é difícil, aliás, se fazer de difícil é uma arte, bom, prefiro ficar com meu Mozart mesmo.
Procuramos por algo e no final acabamos levando outra totalmente diferente, aliás o que estamos procurando mesmo? No Tinder, deslizamos, deslizamos, para no final, perceber o quão banal é, nem ao menos sabemos o que estamos fazendo lá. Talvez uma distração ou um passa tempo, bom, enquanto isso continuo a deslizar, aguardamos dar o Match, escolhendo e aguardando sermos escolhidos, porque afinal, nossa vida é feita de escolhas.

 

By; Bruno Lindolpho

15 comentários em “Relacionamentos do século XXI

  1. Acho que hoje em dia, com a diminuição das distancias devido a evolução da tecnologia, estamos com mais opções. Essas opções nos dificultam enxergar possibilidades reais, pois sempre estamos comparando com possibilidades idealizadas. Não quero dizer que antes as pessoas se conformavam com o que tinham, mas por terem menos opções de escolhas, isso facilitava ver o que realmente importava, e valorizar e investir em possibilidades reais.

    1. A tecnologia tem sido algo que tem facilitado nossa vida é complicado ao mesmo tempo, tudo é facilmente substituído, acredito que essa seja a era das substituições, o que é uma pena, os namoros se tornam rasos, cheios de pública aqui, curte la e ao mesmo tempo não conseguem essa mesma interação pessoalmente..

  2. É verdade, infelizmente os relacionamentos amorosos estão muito superficiais hoje em dia, parece que as pessoas querem apenas aproveitar o momento sem se aprofundar em uma relação. Acho que é um reflexo do modo de vida banal e frívolo da atualidade.

  3. Profundo. Acho que a nossa vida se tornou cada vez mais tomada por rótulos e menos profunda porque nós tiramos a profundidade dela.

    Encontrar a pessoa amada? Para quê? De fato encontramos ou desejamos isso de verdade ou é algo imposto culturalmente para nós que faz com que nos sintamos mal?

  4. Por incrivel que pareça as relaçoes do nosso seculo é esquista mesmo! Acabou o tempo de pedir ao pai da menina para namorar com a filha dele!

  5. Oi, Bruno, segundo o pouco que sei, esses relacionamentos se devem aos tempos líquidos em que vivemos. O filósofo Zygmunt Bauman, falecido há pouco tempo, certamente teria um comentário muito mais aprofundado do que é modernidade líquida já que foi ele quem cunhou esse termo, mas é por aí o babado, kkk

    Abraço!

  6. Oi Bruno. Nossa, concordo muito com você. Confesso que na época que comecei a namorar meu marido, o máximo que tínhamos era MSN e Orkut. Hoje existem tanto aplicativos e com perfis descritivos tão malucos, que me pergunto como as pessoas tem coragem de publicar e outras de responder.
    Torço para que as pessoas façam boas escolhas e tenham finais felizes, mesmo achando um pouco arriscado. Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com

  7. Hoje em dia tudo é tão whatsapp, Facebook… Que as pessoas não sabem nem mais como se comparta um com os outros. É tão estranho isso. Eu acho muito bom as redes sociais porém ela tem esse lado ruim de não saber interagir fora das redes.

  8. Infelizmente vivendo em uma sociedade líquida, onde o imediatismo reina. Queremos pessoas perfeitas, relacionamentos perfeitos porém queremos tudo agora, nesse momento e sabemos que um relacionamento para se tornar perfeito precisa ter uma construção.

  9. Adorei seu texto vou até compartilhar,vivemos a era do existencialismo,da urgência e principalmente da solidão no final de tudo.As pessoas vivem o virtual e esquecem de viver o real infelizmente.Adorei a posição do texto!!!

  10. É assim a realidade da maior parte dos namoros, algo muito superficial, marcado apenas pela aparência e por uma procura da perfeição que nunca vai existir.
    Quanto mais penso no assunto mais me faz confusão escolhermos o nosso parceiro através de uma lista – mas estaremos a escolher roupa?
    Já o fiz, mas cada vez mais me afasto dessa ideia.
    triptofano.blogs.sapo.pt

  11. Oi, tudo bem, realmente hoje está difícil achar uma pessoa que realmente seja interessante e uma boa pessoa para namorar, eu mesma estou solteira, já procurei em sites de relacionamento, porem essas pessoas não querem nada de sério, muitos só querem mesmo, usar e jogar fora, como uma embalagem de miojo mesmo, infelizmente é uma triste realidade que os relacionamentos estão assim hoje, uma pena mesmo, bjs.

  12. Talvez o problema seja justamente este. Pessoas expostas como mercadorias em apps para relacionamentos…
    Talvez num contato feito pessoalmente seja mais fácil. Rs
    Mas se mesmo assim , ainda quisermos tentar os apps, o jeito é ter paciência e seguir na tentatova erro…
    Abraços!😊😉😙

Deixe uma resposta