BELEZA RELATIVA

Logo Novo

Escrito por: Anderson Torquata

A beleza humana é relativa, foi o que me disseram, foi o que me contaram, foi o que me fizeram acreditar.

O tempo passou e os padrões da sociedade vieram bater na minha porta pra cobrar os impostos atrasados, afinal todos temos que pagar o preço. Me apertei daqui e dali, mudei, me adaptei e consegui ficar em dia com os padrões.

Não fui feliz e não ganhei nada com isso.

Os credores continuaram me cobrando os padrões dessa tal de sociedade que ditava as regras.

Um dia me perguntei quem deu a essa sociedade tal poder sobre a minha vida? Como ela é quem decide como me sinto sobre mim mesmo?

Aí te conheci…

Virei um ser completamente diferente do que estava sendo, me transformei no meu verdadeiro eu novamente, e o legal é que foi a mudança que mais me fez parecer um cara sem alterações. Eu mudei quando me tornei finalmente original.

Você me fez pensar por mim e não pelos outros e mesmo estando fora dos padrões você me queria.

Me queria gordo, me queria magro, me queria alto, me queria baixo, me queria chato, me queria legal, me queria irritante, me queria babaca, me queria engraçado, me queria extrovertido, independente de como me queria… VOCÊ ME QUERIA.

Ser amado é a maior dádiva alcançada pelo homem. E eu ganhei isso de graça, sem ter que me atentar às taxas de aceitação da sociedade.

Eu sou Lindão e não sou porque as pessoas olham pra mim na rua ou as garptas ficam sem graça perto de mim, eu sou Lindão porque você me vê assim e eu estou satisfeito com isso.

A beleza não é medida pela aparência e sim por quem você é para a pessoa que precisa realmente te considerar belo(a).

Você me queria e me quer por quem eu sou pra você, ser amado por quem sou e não por como sou me faz ser lindo, me faz ser o seu Lindão. Prefiro ser assim do que ser bonito aos olhos de uma sociedade regrada por um padrão de poucos.

APOIO:
LouxTique

Deixe uma resposta