Carta de despedida

 

Meu querido, 

Hoje quando acordei percebi que minha cama nunca mais será a mesma sem você, ela parece um pouco maior sem sua presença.

Enquanto tomava café olhando as nuvens pela janela da cozinha, nossa canção tocou no rádio, aquela mesma música que tocou quando nos conhecemos, a mesma música que fez meu coração bater mais forte enquanto te olhava, mas ela já não soa como antes.

Ontem enquanto bebia com os nossos amigos, todas as vezes que eles falavam de você eu me sentia mal, meu coração se partia toda vez que seu nome era pronunciado, mas não por você não querer sair conosco, e sim por não sentir o mesmo que eu sentia, por não te amar como antes.

Talvez você só seja jovem demais e não percebeu que ao invés de jóias, celulares e roupas, o que eu queria era que você tivesse me comprado flores, segurado a minha mão e dedicado mais horas do seu tempo livre para nós. Ou que muitas vezes eu só queria ter ido em todas as festas que podíamos, pois tudo o que eu queria era dançar.

Espero que você entenda que o seu ego e o seu jeito egoísta de sempre pensar apenas nas suas necessidades, fizeram uma mulher forte como eu sair da sua vida. Que isso não te confunda e nem assombre o seu futuro, mas sim faça você amadurecer. 

Pode até ser tarde para nós, mas não deixe que isso aconteça novamente. Por isso quando você tiver outra em sua vida, a compre flores, segure a mão dela, dedique seu tempo a vocês e não se esqueça de lavá-la para dançar, pois era isso que você deveria ter feito enquanto era o meu homem. 

Com carinho, daquela que um dia foi sua!

Carta baseada na música “When I was your man” do Bruno Mars

Texto escrito por: Rosângela Carvalho

 

Deixe uma resposta