DIVE WEB

Meus Furacões sem Você – I

Gil

Funciona assim, eu te ligo e você não me atende… Eu sei que fiz uma burrada imensurável…

Mas amor, não permita ser a maior da minha vida, a que me fez perder você.

Eu só não sei, não entendo o que acontece here inside, nem como explicar. Por vezes e mais vezes caos e contradição reinam em meu ser me tirando da consciência e da emoção… fico acelerada, não faço sentido…

E ainda assim você encontra meu sentido, você espera e afaga suavemente meu cabelo, me dando um beijo doce, acalmando com sua ternura meus furacões…

Mas dessa vez eu fiz merda, eu sei, você não me atende. Te levo rosas, te levo meu coração, escalo seu prédio como em cena de filme. Ou toco a campainha na esperança de que ainda esteja lá, de que ainda seja minha… pois serei eternamente sua.

——————————

Lis

Não te amo mais como no inverno passado. O frio talvez tenha congelado meu coração, ou o outono trocou as folhas desse amor. Pode ser também que o verão o derreteu, a primavera me fez desabrochar em mim, a mim. Não sei. Sempre foi amor mas agora dói… Não te quero mal, apenas não te quero mais…

 

Escrito por: Jack Dias

Pular para a barra de ferramentas