O que é a vida

Talvez eu esteja perdido demais em mim mesmo. Talvez não haja salvação. Talvez seja tarde demais.

Chego em casa, meu refúgio particular, minha paz. Depois de uma semana cheia onde matei uma boa quantidade de leões, finalmente me joguei no sofá já abrindo o aplicativo para pedir aquela pizza. Tudo que eu não queria era socializar, já o fizera demais durante meu dia.

Enquanto espero abro o Tinder, gente com foto de viagens, de animais, as melhores fotos, os melhores momentos. Já os perfis, vazios. Julgar um livro pela capa. Disk casual. Bora foder?

Me pergunto onde foi parar o amor, mas olhando pra mim mesmo com o aplicativo aberto encontro a resposta.

Estamos cansados demais de buscar algo sem encontrar, e começamos a nos contentar com confortar o corpo, o sexo, o gozo. Temos preguiça de sair para socializar porque acordamos cedo para trabalhar, mais de 2h por dia só no transporte (e isso nem é a pior hipótese), estudamos de semana, estudamos de fim de semana, temos que fazer exercícios para queimar não só calorias mas o stress acumulado do dia a dia. Temos coluna de quem tem 84 anos aos 30 de idade. Dormimos a muito custo e meditação guiada pois nossa cabeça não para um segundo sequer.

Não temos mais tempo nem disposição para conhecer gente nova. Não queremos namorar com quem trabalha na mesma empresa ou estuda na mesma faculdade pois não sabemos lidar com a rotina de ver a pessoa todo dia. Somos inseguros.

Mas um dia aprendemos que precisamos sair do casulo. Precisamos romper ciclos. Precisamos viver. A vida é mais do que trabalhar e estudar. A vida é mais do que pagar boletos.

Cancelo o pedido e me arrumo – do meu jeito. Cabelo com jeito de bagunçado, unhas pretas, allstar e jeans, um batom vermelho e pronto. Pego um uber até um barzinho da augusta e me permito tomar um drink e comer uns petiscos, apenas observando o movimento. Ouço um “Olá” e me viro, um homem de barba e camisa xadrez de flanela. Pode ser que seja algo bom. Pode ser que não. Mas é a beleza de viver.

 

Escrito por: Jack Dias

Deixe uma resposta