SUPEREGO – 3º Parte

ego

Escrito por: Edson Rocha

Sai Do Trabalho Já Era Tarde, Cabelo Bagunçado e Rosto Abatido, mas, Feliz Por Estar Terminando Um Dia a Mais Na Minha Curta Vida.

Decidi Passar Na Lanchonete Próxima e Comer Algo.

Pedi Um Pedaço de Torta e Me Fui Me Sentar Perto Da Janela.

Via Pelo Vidro Crianças Brincando e Correndo Na Praça, Bateu Uma saudade Dos Meus Tempos De Menino Quando a Única Preocupação Era Levantar Cedo Para Ver Cavalo De Fogo e Power Rangers.

Quando Olho Para o lado Me Vejo Sentado Já Com a Torta Em Mãos me levanto rapidamente e me sento a frente dele:

-Hei Va Embora, Não Te Chamei.

Respondi Enquanto Comia A Torta:

-Eu Sei Eu Sei, Só Vim Ver Você

-Há. Espera ai Você. Este Arrumado e Com o Cabelo Impecável Como?

-Ora Prince Sou Seu Ego Posso Andar Arrumado Não Acha?

-Certo Mas Tem Algo Que Você Quer, Nunca Vem de Graça, Respondi arrancando-Lhe a Torta da Mão.

Respondi  –As Pessoas sempre Perguntam a Nós Por Que Ficamos Mudo Mas Serio Não Sei a Resposta.

-Claro Que Sabemos Meu Príncipe. Pela Primeira Vez Poderia Ser Superior Ao Meu Ego e Continuei -Ora Estou Na Realidade Ora Estou No Meu Mundo Fictício,

Se o Meu Silencio Não Te Diz Nada Inúteis Serão Minhas Palavras.

Toquei-Me, Não o Deixaria Ser Superior De Modo Algum, respondo

-Quando Uma Falsa Expressão De Alegria Ou Mesmo a Face Da Tristeza Se Abater Em Meu Rosto Saiba Que Estou No Mundo Real, Na Mesma Realidade Que Você, Então Será Provável Que Você Também Se Cale e Vai Descobrir Que Meu Silencio é Apenas Uma Fração De Tudo o Que Eu Gostaria De Falar.

Acompanhe nas redes sociais:

DIVEins divefca

Deixe uma resposta